Náiade Lins
Náiade Lins
8
Fechar

Náiade Lins

Outubro, 1952
Não dá para ser breve em se tratando de Náiade Lins. – A arte em sua manifestação é o grito inventivo da alma. É o explodir da emoção vinda do Olimpo; a benção de todos os deuses; a ousadia de todas as bruxas. É o transcender da lógica e de qualquer dialética por mais reles, ou grandiosas, sobre as quais se possam versar. Os artistas trazem em si a dor de criar, que é muito maior do que a de parir porque tem a ver com o segredo, com a beleza, com o extremo da estética, e com o medo de que seu sangue seja vão. – O de Náiade não é.

Ela é uma artista que lida com superioridade contra as agruras da intranqüili-dade, do cotidiano, e do planeta quase obsceno em que se vive, tendo em contraponto, seu espírito em eucaristia com as esferas superiores de onde vem sua coragem. Por isso cria. – Cria com o bom gosto que porta como dádiva e por mérito. Cria para sagrar seu dom.

Seu trabalho de escultura, pintura, ou quando se expõe nos objetos, é ex-pelido dos poros, impregnando materiais e suportes que usa. De sua força criativa vem o sonho mais profundo, e o desejo inacabável de festejar a virtude. – Ela como fazedora da obra de arte é cordata com o que faz. E em tudo que faz, diz a que veio. Hoje o mundo a reconhece assim.

Sua obra ficará para a história. – Não há dúvidas. É comprometida com a nossa. Com o seu tempo, e com nossas marcas libertárias. – Tanto que acolhida, passeia livre pelo mundo, deslumbrando Portugal das poesias de Fernando Pessoa e Florbela Espanca; a Itália de todos os gênios da arte; a França, e sua Paris, capital da elegância e das quimeras... de Camile Clau-del, Rodin, Paul Gauguin; a Espanha de todas as portas do sol, de Goya, Ribera, Picasso, Miró, Dalí, Guadí, e tantos outros; das lembranças de Guer-nica que diminuem, diante da beleza do que ela faz. E pelos Estados Unidos. – Todos exigentes nesse campo, de onde ela tem trazido prêmios, coleciona-dores, inspiração, e o incentivo de ser cada dia maior.

Célia Labanca
Escritora e Chefe do Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco

Ver mais

Obras