Eduardo Nóbrega
Eduardo Nóbrega
10
Fechar

Eduardo Nóbrega

Janeiro, 1992
Nascido e residente no Recife, com formação em Design pela UFPE (2015).

No fim da graduação cria e leva para as ruas o projeto Cartemas do Recife, inspirado em
trabalhos do designer pernambucano Aloísio Magalhães.

Inicia com trabalhos em colagem, e posteriormente também soma-se a pintura. Nela, a
poética apoia-se na provocação da experimentação, marcada pelas texturas físicas, formas,
dimensões e degradês.

“Entre uma volta e outra, as formas esguias dançam em uma sincronia caótica. Elas me
lembram línguas viscosas e compridas que te engolem vagarosamente, no ritmo de uma
respiração pesada, e vão deglutindo os pensamentos mais brutos ao passo que os
ensopam com subjetividades inusitadas. Mas se por um lado as cores vibrantes aparecem
em suas produções com recorrência, por outro, sinto uma solidão entocada nas transições
quentes dos degradês, quase como se fossem aqueles dias ensolarados nos quais só
cruzamos com rostos desconhecidos pela cidade. As telas de Eduardo escorrem, tomam
conta do ambiente, contagiando-o com suas coreografias visuais. Isso me lembra que nem
sempre somos movidos pelo óbvio, e que, às vezes, o intangível é a melhor possibilidade
que podemos ter.“ | Extraído do texto “Roxo cor de polvo, verde luz de LED” por Nathália Sonatti, Revista Propágulo.

Desde 2017, vem ministrando oficinas e workshops em colagem, colaborando com grupos e
artistas independentes da cidade e participando de exposições coletivas.

2017 – 2019 | Oficinas “As outras dimensões da colagem”
2018 | Exposição “para existir”,Curadoria independente: Coletivo Phantom5, Recife, PE

Ver mais

Obras